Atalho no comércio eletrônico não existem

Atalho no comércio eletrônico não existem

Atalho no comércio eletrônico não existemFrequentemente as pessoas me perguntam como montar uma loja virtual sem fazer um grande investimento, tipo quase nada, “só pra testar”, costuma ser o argumento principal. A resposta é inevitavelmente a mesma sempre: Esqueça. O mais engraçado nessa história é que as expectativas de resultados dessa empreitada “só pra testar” costumam ser grandiosas, do tipo “só pra ficar rico e poderoso”.

Se você for encarar pelo lado lógico, pelo menos na minha cabeça, não faz o mínimo sentido alguém querer participar de um mercado tão competitivo como o do comércio eletrônico achando que não terá que fazer um investimento sério no projeto. Não estou falando de milhões, já que atualmente é possível abrir uma loja virtual com um capital bastante reduzido, comparando-se às outras opções no mundo físico. Ter um e-commerce hoje em dia não é algo reservado às grandes redes, qualquer pequeno e médio empresário pode ter uma.

Para piorar essa situação, algumas empresas, fazem ofertas do tipo “sua loja grátis” ou “loja virtual sem esforço”, uma proposta que todo profissional de mercado sabe que não funciona. Essas ofertas acabam por fazer com que as pessoas achem que o consultor de e-commerce está de má vontade ou coisa assim, o que não é o caso.

A abertura de uma loja virtual exige sim investimento e acima de tudo muito trabalho e técnica. Em nosso curso sobre criação de lojas virtuais costumo avisar aos novos empreendedores logo no primeiro módulo, que loja virtual não é vídeo game. A tela de “Game Over” não tem botão de “Restart“, mas sim o valor do prejuízo. Um verdadeiro projeto de e-commerce exige muito planejamento e também investimentos. Por isso, esqueça qualquer tipo de atalho para o sucesso no e-commerce.

No comércio eletrônico não existem atalhos. Veja porque o atalho no e-commerce é um caminho que não é recomendável.

Uma noção sobre os desafios da empreitada

Como orientação para os futuros empreendedores do e-commerce que ainda não estão a par dos custos envolvidos em um projeto de e-commerce e os detalhes sobre a montagem de uma loja virtual, deixo aqui alguns pontos que acredito serem importantes para a avaliação do negócio:

Investimento no projeto – Faça um planejamento e determine um orçamento realista para o seu projeto de e-commerce. Fuja de soluções descabidas e enganosas como loja virtual grátis ou qualquer outra proposta que garanta o sucesso sem esforço, isso simplesmente não existe no mundo virtual da mesma forma que não existe no mundo físico.

Plataforma de e-commerce – Busque uma solução de e-commerce que seja escalável já que o seu negócio deve ser criado para crescer. Procure uma plataforma de comércio eletrônico que garanta a expansão da loja a médio e longo prazo, pois a troca de plataforma sempre é traumática.

Marketing digital – Tenha em mente que atualmente o maior gasto com um projeto de e-commerce é justamente na parte de divulgação, portanto, faça uma alocação adequada de recursos para essa etapa para não ficar sem fôlego financeiro mais adiante.

Capacitação profissional – Invista na capacitação de pessoal para que sua loja tenha um gerenciamento adequado. O e-commerce está cada vez mais técnico e “a menina da contabilidade que tem MSN” nem sempre é a pessoa ideal para o gerenciamento da sua loja virtual.

O e-commerce é um dos setores da economia que mais crece no Brasil e no mundo, e justamente em função disso tem se tornado cada vez mais profissional. Por isso, fuja de soluções simplistas ou atalhos para o sucesso porque a decepção é certa. Um projeto de e-commerce vencedor começa por um posicionamento determinado, firme e realista. definitivamente, não existem atalhos para o comércio eletrônico.

Os atalhos no e-commerce não existem
Obrigado!